Pesquisa


Projetos Mais Acessados

  1. Risos e lágrimas:o teatro amador em Santo André na década de 1960
  2. Punks do ABC: bandas, gangues e idéias de um movimento cultural...1980
  3. A Segunda Guerra Mundial no ABC e a trajetória de seus combatentes
  4. Culturas e linguagem: metáforas em identidades, ritos e cerimônias nas
  5. Comunicação e cultura na Johannes Keller Schule em São Caetano do Sul
  6. Associações alemãs em São Paulo
  7. A alma feminina nos palcos do ABC: o papel das atrizes (1965 a 1985)
  8. O Grupo Teatro da Cidade: experiência profissional nos palcos do ABC..
  9. Comunicação, Identidade e Memória na Comunidade Germânica no ABC
  10. Ativismo feminista e questão racial

Todos os Temas
Todos os Projetos

Busca por Tema

Foram encontrados 3 registros. Mostrando de 1 a 3.

Associações Alemãs em São Paulo: meios e mediações na comunicação da comunidade de cultura germânica.

Esta pesquisa, desenvolvida entre 2013 e 2014 por Mariana Lins Prado, é vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da USCS e teve sua realização apoiada da Capes. Tem como tema a comunicação da cultura germânica no ABC Paulista. Os objetivos são identificar e analisar as formas de comunicação da cultura germânica utilizadas entre os imigrantes e seus descendentes no ABC Paulista, para manter ou incorporar o outro, transformando seus costumes enquanto comunidade cultural germânica no ABC. Caracterizar quem é e como se formou essa comunidade. Conta com as entrevistas de sete homens e sete mulheres, tendo como método as Narrativas Orais de Histórias de Vida, desenvolvido pelo Núcleo de Pesquisas Memórias do ABC da USCS, bem como a Análise do Discurso, de linha francesa. Delineia uma comunidade e culturas híbridas, composta por indivíduos de diversas nacionalidades – alemã, sim, mas também austríaca, iugoslava, lituana, húngara, romena – todas ligadas entre si pela língua, fundamentalmente. Por meio de suas memórias, considerando-se que essas comunicam cultura, são identificados seus hábitos, crenças, valores e sonhos. Como mediadoras de comunicação, são apontadas as suas escolas, associações e espaços de convivência, além de elementos como a religião, notadamente a católica e a luterana, as práticas de esporte e lazer e os hábitos culinários, componentes que dão liga ao caldo cultural dessa comunidade.

Comunicações Culturais: Investigações e Acervo de Comunicação, Cultura e Memória da comunidade germânica do ABC Paulista”, pesquisa desenvolvida no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da USCS, no Núcleo de Pesquisa Memórias do ABC, atualmente inserido no Laboratório Hipermídias, financiada pela FAPESP (processo no. 2010/50642-0), com convênio com a FINEP, pela Chamada Pública MCT/FINEP/CT-INFRA - Infraestrutura em Campi Estaduais e Municipais - 03/2009. Volta-se para a comunidade de origem germânica formada por imigrantes e descendentes ao longo do século XX, nas cidades do ABC Paulista e na Capital (Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul e São Paulo). Tem como tema os processos de comunicação da cultura germânica a partir das expressões da memória da comunidade e das narrativas orais de sujeitos da história, que se remetem às atividades, às experiências, aos anseios, aos desejos e imaginários dessa comunidade. Dessa forma, a comunicação desses valores - expressos nas narrativas orais de histórias de vida de indivíduos dessa comunidade e, ainda, em meios de comunicação de massa, em instrumentos interpessoais de comunicação ou na atuação de organizações, instituições e associações culturais - passa a ser objeto desse estudo, à medida que por esses meios é possível verificar as expressões culturais dessa comunidade. Tem como objetivo geral identificar o processo comunicacional de cultura germânica nas cidades de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, a partir de narrativas orais de histórias de vida de indivíduos da comunidade germânica do ABC e da memória de instituições culturais germânicas que atuaram no ABC.



Essa pesquisa desenvolveu-se num Grupo de Pesquisa, a partir do desenvolvimento de projetos de mestrado e iniciação científica, a saber:

Associações Alemãs em São Paulo: Meios e mediações na Comunicação da comunidade de cultura germânica. Alberto Iszlaji Junior, Mestrado. Vigência 2012-2014.


Comunicação, Identidade e Memória na comunidade germânica no ABC Paulista. Mariana Lins Prado. Mestrado. Vigência 2013-2015. Apoio Capes.


Investigações e Acervo de Comunicação, Cultura e Memória. Beatriz Gracindo Lucas, Iniciação Científica. Vigência 2013-2014. Apoio PIBIC-CNPq.


Imagens da Memória Alemã no ABC: Fotografias, Cultura e Identidades. Renato Dias da Cunha, Iniciação Científica. Vigência 2013-2014. Apoio PIBIC-CNPq.


Memórias, Culturas e Identidades nas imagens da Comunidade Cultural Germânica no ABC Paulista. João Paulo Soares da Silva, Iniciação Cientifica. Vigência 2014-2015. Apoio PIBIC-CNPq.

Acervo Hipermídia de Memórias do ABC - Universidade de São Caetano do Sul